quinta-feira, 23 de março de 2017

Odeio te tanto...Gosto tanto de ti

Odeio mais do que tudo nesta vida.
Tirás te tudo o que tinha.
Odeio te.
Ás vezes só te quero matar.
No entanto...
Amo-te!
Mais do que a primeira vez
Mais do que a segunda vez
Que te vi.
Porquê é que tinhas que ser a pessoa
Que mais me faz feliz e infeliz?
Explica-te.
Não dizes nada?
O gato comeu-te a língua?
Gosto tanto de ti.
Odeio te tanto ao mesmo tempo.
Porquê?
Porquê que vida tem de ser controversa?
Amo-te!
Odeio te!
*Beijinhos da Invisível*

domingo, 19 de março de 2017

Eu? Tu? Minha? Tua?

Eu?
Tu?
Afinal de quem é o problema?
Minha?
Tua?
De quem é a culpa?
Chega!
Pára...
É o que se costuma dizer.
Outras vezes nem tanto assim...
Continua...
Amo-te!
O amor é uma confusão.
Eu?
Tu?
Quem começou realmente as coisas?
Boas e más.
Minha?
Tua?

*Beijinhos da Invisível*

domingo, 12 de março de 2017

Mensagens...


broken

Talvez vás achar estas mensagens estranhas mas não faz mal.
Antes considerava te uma grande amiga.
Se me perguntassem: tu ou ela.
Eu dizia o teu nome.
Não por andar mais contigo, todavia divertia me contigo e estavas lá para mim.
Enquanto que com ela as cenas eram diferentes.
Eu sei que não gostas de textos grandes.
Não faz mal. Nada faz mal no fundo não é... Para ti.
Nós mal falamos.
Se não for eu às vezes a dizer para combinar
Nem dás sinal de vida.
Não devia ter dito aquilo no outro dia.
A verdade é que também não devia te ter contado.
Nunca pensei que me dissesses aquilo.
Cada uma tem a sua opinião.
Existe uma coisa chamada respeito.
E tu não o tiveste comigo.
Só queria dizer isto. Magoas te me.
Também não sei o que pensar relativamente à nossa amizade.
Peço desculpa, por incomodar te.
Tinha que te dizer isto.
Não quero as tuas desculpas se elas não forem verdadeiras.
Eu não te mandei estas mensagens para isso.
Foi só para perceberes como eu e tu estamos.
Não te chateio mais.
*Beijinhos da Invisível*

quinta-feira, 9 de março de 2017

Farto!
Farto de tudo!
Mal consigo respirar.
Não só são as raparigas que têm problemas deste género.
Eu sou rapaz
 Também os tenho.
Estou tão cansado.
Mal posso esperar, que estas semanas passem.
Sinceramente, só quero que esta porcaria acabe.
Se ao menos estivesses aqui.
Nem isso me pode reconfortar.
Morreste.
Naquele trágico acidente.
Tenho tantas saudades tuas minha flor.
Farto!
Farto de tudo!
Mal consigo respirar.