quinta-feira, 30 de junho de 2016

I am sad! I am happy! I am crying! I am smiling! I am screaming! I am laughing!

I am sad!
So sad!
And you?
I am happy!
So happy!
And you?
I am crying.
I have tears in my face.
And you?
I am smiling.
I have a smile in my face.
And you?
I am screaming.
Because I want disappear.
And you?
I am laughing.
I am laughing because it´s funny.
And you?
I am tired of this shit.
And you?
I want live something.
And you?


domingo, 19 de junho de 2016

Amizades e namoro...Entre outras coisas

love

Olá mirrors tudo bem?
Venho abordar um tema bastante interessante: Amizades e namoro...Entre outras coisas.
Muitas vezes as pessoas que começam a namorar deixam as amizades completamente de parte e dedicam se a 100% ao namoro. Quem diz amizades também diz em relação a tudo na vida. Como os estudos, actividades que a pessoa praticava e deixou de praticar só porque quer estar mais tempo com o namorado ou a namorada, ou porque simplesmente o parceiro ou a parceira não gosta da dada actividade, entre outras coisas.
Para começar um namoro não é um prisão. Não pode ser uma prisão. Tem que ser uma relação onde encontremos tudo aquilo que nos deixe felizes. Por vezes existem maus momentos, mas isso é como tudo na vida.
Uma pessoa tendo um namoro não tem que deixar as suas amizades de parte. Ou tenta juntar as duas coisas que gosta, ou se preferir ou se não der simplesmente existe tempo para tudo.
O contacto com as amigas e os amigos é importante,porque muitas vezes têm ideias diferentes em relação à realidade e nós não temos essa precessão, também pela diversão e tudo mais.
Para concluir até podes passar menos tempo com os teus amigos e mais tempo com o teu parceiro ou parceira, mas nunca deixes de ter contacto com as outras pessoas e de combinar coisas com estas porque vais te sentir muito melhor ao ter o melhor dos dois mundos, como a Hannah Montana dizia kkk. E mais importante ainda, não condiciones a tua vida ou a tua pessoa por alguém. Uma coisa é dares um jeitinho para estares com a pessoa, outra coisa completamente diferente é deixares de fazer aquilo que gostas, ou o que precisas por causa de outra pessoa.
*Beijinhos da Invisível*

terça-feira, 14 de junho de 2016

Comida VS Eu

Só sou eu que cada vez como aquilo que eu não devia me arrependo?
Sinto me super mal comigo mesmo.
Gente gorda é assim.
Odeio istooooooo!!!!!!!!

domingo, 12 de junho de 2016

Examesssssss e a sequência da vida


futuro, lol, and vida image

Olá mirrors tudo bem?
Eu já tive dias melhores.
Como podem ver pelo o titulo vou falar de exames primeiramente. 
Eu estou no 11º ano e vou ter que fazer exames. Se já estou nesta situação em que estou, nem quero pensar quando estiver no 12º ano. 
Vai haver uma maior pressão por causa da faculdade (apesar de uma das provas deste ano ser bastante importante para entrar no curso que eu quero mas pronto), vou fazer para o ano o exame de Matemática A o que é bastante stressante porque é a minha querida matemática. Digamos que temos uma relação de amor ódio e por fim português, pelo o que eu ouvi dizer também não é muito fofa a disciplina para o ano e é outra prova importante para o curso que eu quero. O melhor de tudo é que isto afeta toda a nossa média. Que giroooo. Não é?! Só que não.
Este ano vou fazer o exame de filosofia e de economia. É bastante complicado.
Para mim, os exames nem deviam existir. Tanto que no ensino privado realiza se a prova na altura. Só o publico é que quer estas coisas nesta altura. Muitos estudantes nem sabem o que querem.
Ás vezes ponho me a pensar: Será que eu vou conseguir? Tanto esforço, tantas horas, cansaço e por vezes lágrimas... Será que valeram a pena?
Eu sou uma pessoa que olha um bocado para o futuro. Enquanto que muitos não sabem bem o que querem, eu sei o que eu quero.
Quero ser feliz e para isso é necessário que seja bem sucedida a nível profissional e a nível pessoal.
Se a vida o quiser vou ser uma locutora de radio ou uma fotografa ou em alternativa a isto que é bastante diferente vou ser uma advogada. Prefiro a primeira escolha como é óbvio. 
A nível pessoal quero ter alguém a meu lado que me ofereça mais felicidades do que tristezas, que vivamos muitas coisas antes de termos algum filho e mesmo depois disso continuar a viver a vida.
Odeio a monotonia e só se eu não puder é que vou deixar que a minha vida seja monótona. Não quero ser uma mulher de 50 anos e não ter historias engraçadas de viagens, experiências que tenha vivido, umas melhores do que outras. Mas ao menos posso dizer que as vivi. Espero mudar e que o medo não me penalize como às vezes me faz. 
*Beijinhos da Invisível*