sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Algumas cenas...


barbara palvin

Olá mirrors!
Hoje estava a ver umas fotos e deparei me com uma foto que tirei, uma vez este verão das estatísticas aqui do blog. Lembro-me que foi um dia que fiquei muito feliz porque tinha tido 57 visitas e nesse mesmo mês o total de visualizações foi de 533. Grandes números.
Agora entre aspas, não tenho tido tantas visualizações assim e eu fico muito triste. Suponho que tenha seguidores aqui assíduos, nem que seja um ou dois, mas pergunto me a mim mesma o que faz variar tanto os números.
Também tenho andando um bocadinho em baixo com a minha matemática e as cenas na escola são todas ao mesmo tempo. A pessoa mesmo que queira respirar não consegue.
Sabem aquela frase: O exercício físico vicia? É verdade apesar de tudo. Tive 2 semanas parada porque tive bastante doente (aquilo até me atacou os brônquios o que não é habitual em mim) ,e não pude fazer nada dessas vidas. Voltei esta semana à minha rotina e fiquei muito contente. Quem diria. Hoje já pensei na aula de economia: Que seca! Tenho que ir ao ginásio... kkkkk
A minha vida nos últimos tempos tem sofrido algumas transformações. Sabem aquelas coisas que vocês pensam que não acontece? Pois foi isso mesmo... Quer para o lado bom, quer para o lado mau. E o lado bom trouxe me problemas com outra coisa. Muito confuso? Não faz mal. Eu também o sou.
Por ultimo, voltando um bocadinho atrás em relação ao facto que tive algum tempo parada. As pessoas deram pela minha faltaaaaa!!!!!! Fico contente por acaso. Dou por mim às vezes a pensar: Agora é que era bom eu ser Invisível. Tenho que mudar o meu nickname estou mesmo a ver. Como é óbvio não vou mudar. Never. I love it. Além disso não é por umas pessoas reparem que eu existo, que eu deixo de ser Invisível né. Pelo menos na minha perspectiva. 
*Beijinhos da Invisível*

sábado, 23 de janeiro de 2016

Homens e Mulheres...

boy

Olá mirrors tudo bem?
Hoje vim com um tema pensado.
Homens e Mulheres... Devem ser iguais?
Numa coisa são iguais. Ambos são seres humanos. Ambos são umas bestas. Como o Sake (youtuber português) disse e eu concordo.
Mas existem coisas que me chateiam profundamente. 
Cada um é como cada qual. Somos seres humanos, mas existem diferenças a nível físico e a nível psicológico...
Como é óbvio eu apelo aos direitos iguais, como o voto, como o trabalho, como a liberdade e muitas outras coisas.
Agora o que me chateia é muitas vezes os homens serem beneficiados por serem homens. As mulheres serem as comidas pelos os homens, o facto de se fazer a pergunta: Porquê que as mulheres podem bater nos homens e os homens não podem bater nelas? 
Para responder à pergunta , uma mulher não deve bater num homem. Ás vezes quando se vê uma mulher a dar uma chapada no braço de um homem isso não é violência. O que é completamente diferente da violência que muitos homens fazem e que mandam as suas próprias mulheres para o hospital e em muitos casos para o cemitério. Toda a gente sabe que os homens são mais fortes que as mulheres. E nada justifica a violência domestica. Nenhum tipo de violência para ser mais exacta.
São este género de coisas que me irrita profundamente nesta porcaria de sociedade. As pessoas deviam pensar mais em ajudar do que em prejudicar.
Outra coisa que eu oiço é que as mulheres são mais falsas do que os homens, por exemplo.
Não se pode generalizar. Dou o meu próprio exemplo. Eu convivo muito mais com raparigas e das pessoas que eu já considerei e que considero como amigas, apenas 2 foram falsas comigo. De uma maneira ou de outra. Não estou a dizer que os homens e os rapazes são mais falsos nem menos falsos. São como são. O mesmo se aplica a cada ser que é considerado mulher ou rapariga.
É como tudo na vida para ser sincera. 
Espero ter feito chegado o meu ponto de vista.
*Beijinhos da Invisível*

Ps: Se ainda não viste vê o post abaixo que é uma musica bastante fixe. Kiss...´

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Clip...

Adoro...
*Beijinhos da Invisível*

Aquele tipo de gajo... Que nojo!

Olá mirrors tudo bem?
Hoje venho falar de um tipo de rapaz que por acaso me irrita um bocado.
São aqueles rapazes que pensam que são bonitos, bons porque têm não sei quantas miúdas atrás deles. Supostamente claro... Devem serem mas é ceguetas só aqui para nós... 
Que pensam que engatam todas. 
Estes rapazes não são os players. Estes são aqueles que tentam imitá-los...
Para além dos gajos serem convencidos ( mas existe convencidos e convencidos) , são porcos e demasiado atiradiços. Ou optam pela faceta mais amorosa, mas é bastante evidente que ele te está a engatar de uma forma bastante banal, porque nem se dá ao trabalho de mudar as frases mais clichés.
Muitas vezes outra táctica deste género de miúdo é criticar o seu "modelo": os players. Para nos levar a crer que são diferentes...
Mas ainda conseguem ser piores. Este tipo de gajo faz me lembrar as amigas falsas. Mas estas ainda demoram um pouco a serem descobertas...
Hoje foi isto.
*Beijinhos da Invisível* 


sábado, 16 de janeiro de 2016

Fotografias bonitas...

coffee

iphone


fashion

dog


cat



clothes



fashion



Olá mirrors! 
Hoje o post foi apenas algumas fotografias que achei bastante bonitas e vocês? Gostaram?
Já a algum tempo que não fazia um post deste género e como sabem eu gosto bastante de fotografia.
*Beijinhos da Invisível*

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Esclarecimento...

girls



Olá mirrors!
Eu já queria ter escrito acerca disto, mas não sei porquê nunca surgiu a oportunidade.
Mais vale tarde do que nunca.
Para quem já me segue aqui no blog sabe que eu gostava de seguir comunicação social, mais propriamente a rádio. Mas como sabemos a comunicação social abrange outras vertentes nomeadamente a escrita.
Eu comecei um blog porque gosto de escrever e porque eu sei que muitas vezes nas faculdades existem concursos que envolvem blogues e aqui tenho um. Para além de talvez um dia possa surgir alguma oportunidade.
Com este paleio todo, o que eu quero dizer é que o meu pai tem um amigo jornalista e conseguiu que este lê-se o meu blog. 
O que ele disse foi que eu escrevia bem mas que achava que o meu blog era para os meus amigos.
Quando eu ouvi a ultima parte fiquei um bocado chocada. Eu sei que às vezes os meus textos são demasiado pessoais. Não são ainda mais porque existem pessoas conhecidas a lerem o blog e não quero que saibam das coisas,como é óbvio. 
Resumidamente, o que eu quero dizer é que o meu blog não é apenas para as pessoas que considero amigas. É para toda a gente que goste de ler e que se identifique com as minhas opiniões. Não posso esquecer me de dizer que também são para as pessoas que sentem ou vivem as mesmas perguntas que eu vivo diariamente, os mesmos problemas devido à sua personalidade.
Dizem que ser normal é chato. Talvez. Mas devido à minha personalidade não consigo fazer certas coisas porque não sou normal. Parece que antes de eu fazer algo que envolva outra pessoa, parece que essa pessoa é que se tem que chegar primeiro. Porque ao contrario fica mais difícil. Se é falta de iniciativa? Talvez sim. Talvez não. Só quem sente é que sabe. São cenas estúpidas como esta e como muitas outras que tornam a minha cabeça um pouco especial e um problema para mim. São este tipo de coisas que eu quero transmitir aqui no blog e que quero que as pessoas não se sintam tão mal por não serem tão normais ou o que for.
Hoje foi isto.
*Beijinhos da Invisível*

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Sexo com ou sem amor? Qual preferes?


love

Olá mirrors tudo bem com vocês?
Hoje venho abordar um assunto bastante polémico e que vou ter um grande gosto em escrever. Gosto de falar deste género de assunto.
Para quem não é virgem ou mesmo para quem ainda é têm preferência por sexo com ou sem amor?
Acho que as respostas são bastante diversificadas. Não acham?
Na minha opinião se fosse agora acho que seria sem amor. Amor é uma coisa muito boa mas que pode lixar completamente os nossos corações.
Já existem pessoas que sofrem por não serem correspondidas entre outras coisas, agora imaginem o que é sofrer depois de terminar uma relação onde existia amor. Pois! The life is sucks!
Como é óbvio não devemos privar de ter relações sexuais com quem amamos. Mas digam lá que às vezes não é melhor aquilo acontecer e não envolver qualquer tipo de sentimento? Apenas o prazer.
Hoje foi isto.
*Beijinhos da Invisível*

sábado, 9 de janeiro de 2016

Pequenos prazeres da vida


panda

Olá mirrors tudo bem?
Este texto era para ser sobre musica mas li um titulo de um texto de um blog e resolvi falar de pequenos prazeres da vida.
Eu como costumo dizer e muita gente deve concordar comigo ,aquelas que não são fúteis, as coisas simples são sempre melhores.
Eu vou enunciar pequenas coisas que me fazem muito contente. Quando como uma serradura ou algo que gosto imenso, mas que não posso comer porque engorda ou faz mal. Outro pequeno prazer é fazer as coisas bastante devagar, sem pressa. Quando vou ao ginásio ando sempre a olhar para o relógio e a querer despachar me para ir para casa porque tenho coisas da escola para fazer. Mas quando estou de férias tomo banho bastante devagar, ou seja, arranjo me sem pressas e depois não tenho uma x hora para estar em algum sitio ou não tenho que ir a correr para casa para estudar. Outra coisa bastante simples é quando saio como alguém que gosto ( amigas não pensem já coisas kkk) e passo algum tempo com elas. Adoro rir-me às gargalhadas até chorar e até me doer a barriga, ter uma boa conversa,ouvir musica e estar sozinha a pensar na vida , ou simplesmente a dançar porque gosto e liberta me de todo o stress nem que seja por uns minutos ,por ultimo quando escrevo no meu blog que tanto gosto.
São algumas coisas muito boas que as pessoas nem se apercebem que tem e não dão o devido valor. Muitas não aproveitam estas pequenas coisas.
Espero que tenham percebido que são estas coisas que nos fazem felizes ,ou pelo menos por momentos nos tiram as tristezas. Não é o computador novo ou o novo telemóvel de não sei quantos euros que recebeste.
Eu disse algumas coisas que gosto de fazer e que me fazem bem.
E vocês? Quais são os vossos pequenos prazeres?
*Beijinhos da Invisível*

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Pessoas do facebook

creative

Olá mirrors tudo bem?
Hoje venho abordar um tema bastante banal por assim dizer.
Quem tem facebook geralmente aceita toda a gente e isso é bocado mau.
Eu o ano passado criei um facebook novo e pensei: este vai ser só para as pessoas que eu queira manter o contacto nem que seja só virtual.  Com o passado dos meses comecei a aceitar pessoas que não conhecia e que conhecia, mas que nunca tinha falado na minha vida.
Eu posso até dizer que sou um pouco viciada o que é mau porque muitas vezes vou lá só mesmo por ir. A solução que eu encontrei é que quando chegar ao final do 12 ano apago o facebook e não crio mais nenhum. Não  apago agora porque faz jeito por causa da escola.
Afastei me um bocadinho do tema... Ou seja, como eu estava a dizer,geralmente as pessoas adicionam toda a gente e depois com isso existe 6 tipos de pessoas nesta rede:
. aquelas que tu nem dás por isso.
. aquelas que metem conversa contigo e te chateiam.
. aquelas que põem likes nas tuas fotos todas ou quase todas
. aquelas que identificam meio mundo só para terem likes.
. aquelas que tem montes de likes e pensam que são as maiores.
. aquelas que tem poucos likes.
E tu gostas do facebook? Ou preferes outra rede social?
Na minha opinião o facebook às vezes dá jeito, mas acho que o mundo ficaria melhor sem ele. 
Outra coisa que eu acho bastante piada não tendo piada  nenhuma é quando tu falas muito com uma pessoa no face, porém ao vivo ou não se falam ou mal falam. É tão estranho a confiança que nos dá de trás de um ecrã e depois cara a cara perde se a confiança toda. Pessoalmente eu tenho mais confiança por trás de um ecrã, mas mesmo assim não digo certas coisas que diria a uma pessoa que tivesse  bastante confiança.
Hoje foi isto.
*Beijinhos da Invisível*

sábado, 2 de janeiro de 2016

Começo de aulas e twitter



ghost

Olá mirrors tudo bem?
Espero que estejam bem dispostos. Pelo menos mais do que eu...
Uma das razões de eu não estar muito bem é o começo das aulas... Cada vez me custa mais. Deve ser da velhice ahahah.
Hoje vi uma cena no twitter que um youtuber publicou que eu fiquei um bocado estupefacta. O twitte dele era: Se não és diferente, és Invisível.
Eu fiquei tipo: What? É para rir? É que não teve piada.
Primeiro não percebi o que ele quis dizer com aquilo, só sei que não é por sermos x ou y que somos invisíveis. Falo por experiência própria como devem imaginar. 
Mas ya coisas estúpidas que as pessoas dizem ou pensam...
Sinceramente não sei qual serão os critérios para uma pessoa não ser invisível. 
Curiosidade.
*Beijinhos da Invisível*

sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

E que comece 2016...


happy

Ano novo, vida nova. É o que se costuma dizer, mas as pessoas sabem perfeitamente que não é bem assim. 
Os problemas, os dramas, as pessoas e tudo mais vão continuar connosco na transição dos anos. Depende apenas de nós se conseguimos ou não resolver certos problemas. Aqui para nós, às vezes não depende apenas de nós. Acredito que se lutarmos muito por uma coisa, mas nunca a conseguimos era porque não nos estava destinado.
E vocês pediram os 12 desejos? Tem muitos planos e projectos para 2016? Ou apenas isto tudo que acabei de enunciar é um pedaço de papel, que estão a espera que por graça do espírito santo se realize?
Fui bruta? Peço desculpa. Muitas pessoas pensam que ao comer as 12 passas que os problemas se resolvem e os desejos se concretizam. Eu pensava assim. Alguns desejos que eu pedi o ano passado estavam para além de mim para os conseguir. Outros estavam mais acessíveis à minha pessoa mas apesar de tudo não consegui os resultados que pretendia.
O único desejo que tenho que é bastante pesado é que 2016 me traga muita felicidade. Agora a felicidade de cada um tem certos critérios. Os meus critérios são diferentes dos vossos acho.
Uns pedem mais a nível profissional, outros pedem mais para o lado pessoal.
Qual é o teu lado?
Falando por mim, sinceramente para a minha felicidade ser completa tenho que estar bem nos dois campos. Porque senão falta me sempre algo.
Hoje foi isto.
*Beijinhos da Invisível*